Instituição

  • História
  • Missão, Visão e Valores
  • Organograma
  • Órgãos Sociais
  • Documentos Institucionais

A ADIL é uma instituição particular de solidariedade social e cultural, desportiva, humanitária, sem fins lucrativos. Foi fundada em 12 de Julho de 1990 pelos senhores Albano Jesus Amaral, Francisco Ramos e José Meireles Fraga. Apesar de não ter sido membro fundador, foi também um grande obreiro e impulsionador desta Grande Obra o Sr. Padre Rui Manuel Pinheiro, tendo em 1997 sido Presidente da Direção da Instituição, estando ainda hoje ligado à Instituição, celebrando a Eucaristia mensal e apoiando em todos os pedidos que vão sendo solicitados pelos utentes desta Instituição.

Tem a sua sede na Rua Albano Jesus Amaral, n.º 1, 4580 -797 Lordelo, PRD.

A ADIL surgiu como o objetivo de suprimir uma necessidade manifestada pela população e com o apoio e mobilização de toda a comunidade, que mensalmente contribuía com uma quantia significativa, adquiriu-se um terreno onde construiu um Centro Comunitário.

Salienta-se que este Centro se constitui como pioneiro na Área da 3ª Idade, ou seja, foi a primeira instituição na freguesia que deu resposta aos atuais problemas dos idosos, nomeadamente isolamento, solidão e falta de ocupação diária. Iniciou a sua atividade em agosto de 2001.

Inicialmente dispunha de duas valências direcionadas à terceira Idade: o Centro de Dia com capacidade para 25 utentes e o Serviço de Apoio Domiciliário para 30 utentes. Em relação à infância existia a valência de Atividades de Tempos Livres com capacidade para 10 crianças.

Estas três valências, duas direcionadas à terceira idade e uma à infância, permite um contacto permanente entre o idoso e a criança, proporcionando uma aproximação entre as gerações, emergindo o desenvolvimento da solidariedade.

Assim com a determinação de Albano Jesus Amaral a quem lhe segue o nome da Estrutura Residencial, surge o tão desejado e sonhado Lar de 3ª Idade, atualmente designado de Estrutura Residencial para Idosos, que entrou em funcionamento em janeiro de 2006, contando com 44 utentes internos. Se não fosse a força e a capacidade de persuasão deste grande Homem não teríamos este Centro Comunitário que tem cumprido com a sua função social, executando o seu trabalho com um Propósito: melhoria da qualidade de vida de quem nos procura e esperando lutar contra os desajustes e dificuldade das pessoas apoiadas pela Associação…

Em junho de 2005 a ADIL assinou com CDSS um protocolo de cooperação, para acompanhamento de beneficiários do Rendimento Mínimo Garantido, hoje chamado de Rendimento Social de Inserção.

Em março de 2009, foi assinado um outro protocolo - CLDS – Contrato Local de Desenvolvimento Social. Apos o termino desta 1º vaga em março de 2012 em julho de 2013, assinou novo protocolo com o CDSS Porto para o CLDS+, que terminou em junho de 2015. Ainda em novembro 2015, assinou novo protocolo para 3º vaga do projeto com a designação de CLDS 3G, que termina em outubro de 2018.

Em janeiro de 2012, depois de vários esforços, a ADIL conseguiu abrir a Creche Regaço Encantado, que tem atualmente capacidade para 37 crianças.

Desde outubro de 2015, funciona na ADIL um Gabinete de Inserção Profissional (GIP), fruto de uma parceria com o IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Também em 2015, a ADIL de forma a cumprir o seu objetivo primeiro – desenvolvimento Integral de Lordelo, começou a confecionar as refeições para os dois centros escolares da cidade. Assim, além de contratar cerca de 30 colaboradoras para apoiar nas refeições, permite às crianças uma refeição equilibrada, feita na sede da ADIL, garantido um melhor serviço à comunidade escolar.

O mais recente protocolo iniciou em agosto de 2016, designado de RLIS/SAAS – Rede Local de Intervenção Social/ Serviço Atendimento e Acompanhamento Social.

Missão:

A missão da ADIL é receber, apoiar e garantir os direitos e necessidades das crianças, jovens, pessoas idosas e comunidade envolvente de forma integral e personalizada.

 

Visão:

Ser uma instituição global, plural e coesa, reconhecida como referência em termos da qualidade da sua intervenção junto da comunidade, dos clientes e colaboradores, assumindo-se como referencial ao nível da qualificação dos serviços prestados.

Ser uma instituição fortemente implicada com os agentes sociais, económicos e culturais e reconhecida como parceiro fundamental para o desenvolvimento regional.

Ser uma instituição de referência ao nível da inclusão e inovadora no campo da participação dos seus públicos alvo, internos ou externos, e vista por eles como prestando um serviço adequado, inclusivo e de qualidade.

 

Valores:

Solidariedade – acolher com carácter solidário todos os que recorrem aos nossos serviços, respondendo às suas necessidades e especificidades.

Respeito/ Ética – respeitar a condição e as características de todos os que apoiamos e daqueles que connosco colaboram.

Confiança – criar um ambiente de confiança mútua, entre a ADIL e os que nos apoiam, inspirando-nos na generosidade, partilha e respeito pelas especificidades de cada um.

Direção:

Presidente: Hélder Fernando Monteiro De Oliveira

Vice-Presidente: Francisco Moreira Teixeira Do Couto

Secretário: Maria José Dias Gonçalves Barros

Tesoureiro: Carlos Barbosa Carneiro

Vogal: Fernando Manuel da Silva Alves 

Suplentes:

António Fernando Moreira Seabra

António Fernando Moreira Da Silva

Joaquim Ferreira Leal 

 

Conselho Fiscal:

Presidente: Jorge Manuel Ferreira Oliveira 

1º Secretário: Carlos Aurélio da Costa Fernandes

2º Secretário: José da Costa Campos

Suplentes:

Cármen da Silva Oliveira

José Maria Ferreira Vilares

 

Assembleia Geral:

Presidente: Rui José Fernandes Da Silva

1º Secretário: Joana Maria de Almeida Silva Vilas Boas Oliveira

2º Secretário: Angélica Patrícia Silva Gonçalves

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a utilizar o website, assumimos que concorda com o uso de cookies. Aceito Ler Mais